PIZZA ITALIANA, AMERICANA, BRASILEIRA – VEJA A HISTÓRIA DA PIZZA

História da Pizza

Pizza como conhecemos hoje (massa coberta com tomate e queijo) foi inventada em Nápoles, Itália.

Antes do 1700s, outros pães já existiram mas não cobertos com tomates (uma característica da pizza). Os tomates foram levados à Europa no século 16 por exploradores que retornaram do Peru.

No início, os tomates foram considerados venenosos, até que camponeses pobres de Nápoles começarem a colocá-los em seus pães planos.

O prato logo se tornou popular, e visitantes iam a Nápoles procurando os bairros mais pobres para experimentar a especialidade local.

Realmente não há muitas nações que podem dizer que seu prato nacional se tornou um fenômeno internacional. A Itália tem dois tais pratos típicos: massas e, claro, pizza. Ambos são famosos em todo o mundo e fizeram a história da comida italiana.

As pessoas mais tradicionais podem dizer que pizza é só a italiana (chamada vera pizza napolitana), mas outras podem se agradar com as invenções americanas e brasileiras. Cada pizza tem suas características e diferenças para todos os gostos.

história da pizza

Pizza no Brasil

A pizza chegou ao Brasil  por meio dos imigrantes italianos, e, hoje, pode ser encontrada facilmente na maioria das cidades brasileiras.

Até os anos 1950, era muito mais comum ser encontrada somente no meio da colônia italiana, mas logo se tornou parte da cultura do país.

Desde 1985, comemora-se o dia da pizza no dia 10 de julho.

Segundo levantamento realizado pela APUESP (Associação Pizzarias Unidas do Estado de São Paulo), diariamente são consumidas 1 milhão de pizzas no país.

A cidade é de São Paulo é considerada como a segunda cidade que mais consome pizza no mundo.

572 mil pizzas são consumidas diariamente apenas na cidade de São Paulo.

 Nova Iorque é considerada a maior consumidora do mundo.

 Significado da palavra

A palavra “pizza” veio da palavra latina pinsa, que significa pão plano (embora haja muito debate sobre a origem da palavra).

 

Compartilhar