5 EXERCÍCIOS PARA MELHORAR A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Inteligência emocional é um conceito em Psicologia que descreve a capacidade de reconhecer e avaliar os seus próprios sentimentos e os dos outros, assim como a capacidade de lidar com eles.

Em 1920, o psicometrista Robert L. Thorndike, na Universidade de Columbia, usou o termo “inteligência social” para descrever a capacidade de compreender e motivar os outros. David Wechsler, em 1940, descreveu a influência dos fatores não-intelectuais sobre o comportamento inteligente, e defendeu ainda que os nossos modelos de inteligência não estariam completos até que esses fatores não pudessem ser adequadamente descritos.

Na década de 1990, a expressão “inteligência emocional“, tornou-se tema de vários livros (e até best-sellers) e de uma infinidade de discussões em programas de televisão, em escolas e mesmo em empresas. O interesse da mídia foi despertado pelo livro “Inteligência emocional”, de Daniel Goleman, redator de Ciência do The New York Times, em 1995.

Exercícios para melhorar a inteligência emocional

As cinco habilidades da Inteligência Emocional

Em seu livro “Inteligência emocional”, Goleman ensina que o controle das emoções é essencial para o desenvolvimento da inteligência de um indivíduo e que a Inteligência Emocional pode ser categorizada em cinco habilidades:

Autoconhecimento – O autoconhecimento envolve conhecer seus próprios sentimentos. Isso inclui ter uma avaliação precisa do que você é capaz, quando você precisa de ajuda e quais são seus gatilhos emocionais.

Autocontrole – Isso envolve ser capaz de manter suas emoções em controle quando se tornam perturbadoras. Envolve ser capaz de controlar explosões, resolver calmamente os desentendimentos e evitar atividades que o prejudiquem, como autopiedade ou pânico prolongados.

Motivação – Todos podem ser motivados por recompensas como dinheiro ou status. O modelo de Goleman, no entanto, refere-se à motivação em prol da alegria pessoal, da curiosidade ou da satisfação de ser produtivo.

Empatia – Enquanto as três categorias anteriores se referem às emoções internas de uma pessoa, esta trata das emoções dos outros. A empatia é a habilidade e a prática de ler as emoções dos outros e responder adequadamente.

Habilidades Sociais – Esta categoria envolve a aplicação da empatia e também a negociação das necessidades dos outros. Isso pode incluir encontrar algo em comum com os outros, gerenciar outros em um ambiente de trabalho e ser persuasivo.

 

FONTES:
https://amenteemaravilhosa.com.br/5-exercicios-inteligencia-emocional/
http://revistagestaoenegocios.uol.com.br/perfil-empreendedor/entenda-o-que-e-a-inteligencia-emocional/3365/#
https://cristianethiel.com.br/2017/07/19/inteligencia-emocional-as-habilidades-sociais-que-voce-nao-aprende-na-escola/
http://www.sbie.com.br/blog/daniel-goleman-e-a-inteligencia-emocional/


Compartilhar

Deixe uma resposta